Os Museus sobre o Titanic ao Redor do Mundo

Se você é fã de Titanic ou um mero amante de passeios culturais e históricos, com certeza deve inserir na lista de “lugares para visitar até o fim da vida” alguns dos museus mais famosos sobre o navio dos sonhos. São eles: Titanic Belfast (Belfast, Irlanda do Norte), Titanic: The Artifact Exhibition (Orlando e Las Vegas, EUA), Titanic Historical Society (Springfield, EUA) que está intimamente ligado ao Titanic Museum Attraction (Branson, EUA).

Os museus do Titanic pelo mundo foi um dos assuntados do Podcast Titanic Brazil que você pode conferir em: https://titanicbr.com.br/o-podcast-do-titanic-brasil-episodio-001/.

Eu, Giulianna, que trabalho como monitora de museu e alguém que adora explorar exposições por aí não poderia deixar de ressaltar a importância destes locais para a preservação do patrimônio histórico para as próximas gerações, que basicamente, este é um dos objetivos dos museus atualmente. Afinal, se não fossem por eles, muitas memórias teriam se perdido ao longo da história e não teríamos como traçar uma linha temporária para entender a nossa trajetória, seja ela individual ou coletiva.

Os museus do Titanic, especificamente, tem o papel de contar a história da tragédia marítima mais famosa do mundo despertando nas pessoas o fascínio que nós aqui, também compartilhamos e entendemos muito bem.Este é o efeito da história do Titanic sobre nós.

Mas falando um pouco sobre cada museu, o primeiro que gostaria de trazer é o Titanic Belfast, provavelmente o mais famoso dessa lista. A visita já começa do lado de fora, pois o museu fica localizado ao lado do Titanic Slipways, Harland & Wolff Drawing Offices e Hamilton Graving Dock – o mesmo lugar onde o Titanic foi projetado, construído e lançado, Titanic Belfast conta a história do navio desde sua concepção, através de sua construção e lançamento, até sua viagem inaugural e subsequente lugar na história.

A visita autoguiada se estende por nove galerias interativas onde você descobre as vistas, sons, cheiros e histórias do navio, bem como as pessoas e a cidade que o fez. Titanic Belfast é líder de visitações na Irlanda e se difere também pela preocupação com padrões de acessibilidade permitindo com que a história alcance ainda mais pessoas. Conheça mais sobre o museu acessando o site https://www.titanicbelfast.com/.

Em seguida apresentamos o Titanic: The Artifact Exhibition (Orlando, EUA) onde provavelmente o que mais chama atenção nele é a oportunidade do visitante de participar de um jantar de gala especial à bordo do Titanic. Funcionários caracterizados tornam a experiência imersiva e você pode se sentar junto ao capitão Smith, Margaret “Molly” Brown e outros passageiros de primeira classe para uma noite inesquecível. O Titanic First Class Dinner Gala inclui um coquetel do Capitão, um tour pelo Titanic: The Artifact Exhibition, um jantar de primeira classe e encenações da noite de 14 de abril de 1912.

O museu também oferece diversas visitas guiadas durante a semana e finais de semana com horários marcados, cada uma voltada para públicos diferentes, ou seja, é um passeio para toda a família. O museu ainda se destaca pelas recriações de diversas áreas do navio como a grande escadaria da primeira classe, as cabines dos passageiros, o convés de passeio, dentre outros. Confira mais acessando: https://titanicorlando.com/.

A mesma empresa que oferece esta exposição em Orlando, é a mesma que está no Hotel Luxor em Las Vegas, mas com uma cara bastante diferente. A Exposição é uma das mais frequentadas da história onde você encontra mais de 250 artefatos autênticos recuperados do local do naufrágio do Titanic, bem como extensas recriações de algumas das salas mais famosas do navio. Além disso, provavelmente o que mais chama atenção nessa exposição é a “The Big Piece”, um fragmento de 15 toneladas do revestimento do casco do Titanic que foi levantada do naufrágio em agosto de 1998, e é a maior peça recuperada do naufrágio.

O Big Piece estava localizado em uma área do navio que foi praticamente destruída quando o navio se partiu em dois. Foi um dos muitos fragmentos de revestimento de conchas, juntamente com inúmeras outras peças do interior do navio, derramadas do Titanic quando ele se desfez. As bordas esfarrapadas, placas dobradas e vigas retorcidas do Big Piece são um lembrete do aspecto mais violento do naufrágio. Saiba mais acessando: https://luxor.mgmresorts.com/en/entertainment/titanic.html

Apresentamos também o Titanic Historical Society (Springfield, EUA) que um de seus pontos fortes são suas obras coletadas de artefatos raros de sobreviventes do Titanic. Muitos foram doados pelos próprios sobreviventes ao fundador e presidente do THS, Edward S. Kamuda, entre os anos 1960 e 80, os primeiros anos da organização. A coleção abrange um amplo escopo da rica história do Titanic, desde os projetos originais doados por seus construtores, Harland & Wolff, até o século 21, onde o navio se tornou um ícone popular de filmes e TV. De mercadorias a filmes, você verá lembranças e partituras produzidas logo após o naufrágio a pôsteres de filmes coloridos que ilustram o drama da década de 1950 até o presente.

Algumas peças inclusas na coleção são: A mensagem de gelo que nunca chegou à ponte, a versão de Lookout Fred Fleet do iceberg fatal, o colete salva-vidas da Sra. Astor, um rebite perfurando o casco do Titanic e menus de almoço e jantar de lançamento do Titanic e muito mais! Muitas das peças foram emprestadas ao Titanic Museum Attraction em Branson, Missouri. O próximo e último museu que apresentaremos a seguir. Saiba mais em: https://titanichistoricalsociety.org/

O Titanic Museum Attraction é um dos dois museus temáticos do Titanic de propriedade de John Joslyn (que liderou uma expedição de 1987 ao local de descanso final do Titanic ); o outro está localizado em Pigeon Forge, Tennessee . O museu possui 400 artefatos pré-descoberta em 20 galerias.

Os visitantes atravessam o iceberg artificial até o museu e recebem um bilhete de embarque do passageiro, com o nome de um passageiro real do Titanic e a classe em que o passageiro viajou. Durante o passeio, os hóspedes aprendem as histórias individuais de vários passageiros. No final do passeio, os hóspedes são informados se o titular do bilhete sobreviveu. Essa mesma exposição foi a que veio para o Brasil que passou por Porto Alegre, Curitiba e Brasília em 2011. Para saber mais acesse: https://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2011/04/mostra-em-porto-alegre-recria-saga-do-navio-titanic-com-objetos-reais.html.

Como o museu de Pigeon Forge, a principal característica visual exterior do museu é a maquete parcial do transatlântico original. A construção consiste na metade frontal do navio, incluindo seus dois primeiros funis. Uma curiosidade sobre o museu é que em um episódio de 2017 da série do Travel Channel , Ghost Adventures , Zak Bagans e a equipe investigaram o museu devido a atividades paranormais alegadas que aparentemente foram atribuídas a relíquias reais do naufrágio. Para conhecer mais acesse: https://titanicbranson.com/about-titanic.

E esse foi um rápido tour pelos museus do Titanic! E aí, ficou curioso? Qual museu mais te chamou atenção e por quê?

Giu Loffredo

Giu Loffredo

Escrito por

Giu Loffredo

Giu Loffredo

Compartilhe !

Compartilhe este conteúdo com os seus amigos e outros fans do nosso amado Titanic.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Mais Categorias

Descubra mais !

Outros Conteúdos