Titanic (1997) É Um Plágio? Entenda A Polêmica!

Robert Lieberman, diretor do filme Titanic de 1996, estrelado por Catherine Zeta-Jones e Peter Gallagher acusa James Cameron de ter plagiado a obra do diretor.

(Sinceramente, é justo dizer que o James Cameron me copiou. Mas eu não o julgo por isso. Ele olhou para o meu filme, assim como olhei para outros para pegar ideias. É um jogo justo. O diretor precisa assistir a muitos filmes para poder assimilar referências), pondera Robert Lieberman, que nunca conseguiu conversar com Cameron a respeito das semelhanças.

Exibida como minissérie de dois capítulos, o filme de Lieberman ganhou um Emmy de mixagem de som. No Brasil, chegou a ser exibido na TV aberta pelo SBT no início dos anos 2000. Lieberman, por sinal, foi o primeiro diretor de ficção a mostrar o Titanic se partindo em dois pedaços, conforme indicaram os destroços do navio, descobertos apenas em 1985.

Vale lembrar, no entanto, que tanto Robert quanto James Cameron se basearam em relatos reais de livros e em outros filmes que abordam a tragédia — Antes de 1996, dez produções haviam sido lançadas. Uma delas, a britânica “Só Deus por Testemunha”, de Roy Ward Baker, chegou a vencer um Globo de Ouro em 1959.

Entenda melhor a semelhança entre as duas obras a seguir. (Se você ainda não assistiu ao filme (Titanic) de 1996 e não quer spoiler, recomendamos que não leia o trecho a seguir).

Assim como no longa de James Cameron, “Titanic” (1996) também é conduzido por uma história de amor proibido, a dos aristocratas Isabella Paradine (Catherine Zeta-Jones) e Wynn Park (Peter Gallagher) — ela é casada; ele, um ex-namorado de quem esconde uma filha. Os dois revivem intensamente o amor por quatro dias, assim como fazem Rose Bukater (Kate Winslet) e Jack Dawson (Leonardo DiCaprio). Outra semelhança, Park morre no naufrágio, devolvendo a amada voltar à vida normal. No telefime, há ainda um casal formado na terceira classe: o trapaceiro Jamie Perse (Mike Doyle), que furta um homem para conseguir a passagem —Jack Dawson a ganha no jogo—, e a missionária Aase Ludvigsen (Sonsee Ahray).

Em ambas as produções, tanto Jamie quanto Jack conseguem se infiltrar na primeira classe, sendo vítimas de preconceito e armação. A principal diferença nas tramas: apenas no filme de James Cameron o amor acontece entre pessoas de classes diferentes.

Baseadas em relatos reais ou não, várias cenas são praticamente idênticas nos filmes; Três delas, em especial, chamam a atenção: 1) Após o choque no iceberg, as mocinhas dos dois filmes são colocadas em bote salva-vidas, descendo lentamente enquanto observam seus pares no convés. A diferença é que Rose, mais rebelde que Isabella, salta para dentro do navio antes de chegar ao mar; 2) Em meio ao caos do naufrágio, um oficial do Titanic tenta conter a multidão e atira em um homem. Arrependido, ele se mata em seguida com um tiro na cabeça; 3) Tanto Jamie quanto Jack tentam ajudar suas amadas em situações extremas — Aase é estuprada, enquanto Rose tenta se matar, – mas acabam mal interpretados e repreendidos pelo ato. “Gosto de pensar que tudo isso foi uma homenagem”, diz Robert Lieberman.

Nós, administradores do Titanic Brazil, acreditamos que de fato James Cameron se aproveitou muito das ideias do roteiro de Lieberman para a produção de seu próprio filme, ou seja, essas escolhas teriam sido conscientes. Uma boa solução para isso, talvez, seria se Cameron tivesse convidado Lieberman para participar da elaboração de seu roteiro ou no mínimo tê-lo homenageado nos créditos do filme. Infelizmente, não dá para não dizer que as semelhanças foram mera coincidência uma vez que o tempo de lançamento entre os dois filmes foi de apenas um ano. Principalmente sabendo que James Cameron possui a má fama de ser alguém bastante arrogante, não seria surpresa ele querer levar todo o mérito do sucesso sozinho.

E quanto a você, caro leitor, concorda com a acusação de Lieberman ou ele está delirando?

Referências: https://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2017/08/07/titanic-e-plagio-conheca-o-obscuro-telefilme-que-inspirou-james-cameron.htm

Giu Loffredo

Giu Loffredo

Escrito por

Giu Loffredo

Giu Loffredo

Compartilhe !

Compartilhe este conteúdo com os seus amigos e outros fans do nosso amado Titanic.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Mais Categorias

Descubra mais !

Outros Conteúdos